Bolo de pão de mel é amor

Um dos meus bolos preferidos (de fazer e de comer) é o de pão de mel. As especiarias fazem dele uma sobremesa delícia, cheia de nuances, um presente. Presente mesmo porque já fiz para vários queridos, como uma entrega docinha do meu carinho.

bolo pão de mel

A primeira coisa que faço é cozinhar uma lata de leite condensado, pro recheio de doce de leite. Pra quem nunca adotou a técnica, não tem segredo: só colocar uma lata de leite condensado numa panela de pressão, cobrir bem com água e deixar cozinhar por cerca de 30min depois que a panela começar a chiar (pegar pressão). Aí tem que esperar beeeeem esfriar (cozinha sem riscos!) e, pronto, tem-se o melhor doce de leite do mundo.

Pra massa, misturo num bowl grande (a mão) duas xícaras e meia (chá) de farinha de trigo com uma xícara (chá) de mel (uso caseiro, mas talvez dê certo com Karo e afins), uma colherinha de bicarbonato, uma colher (sopa) rasa de fermento em pó e o preparado de especiarias. Cuma? Simples, o preparado de especiarias une uma colher de sopa de canela em pó, uma pitada de gengibre e uma pitada de cardamomo. Amor em forma de especiarias, sério. Faz toda a diferença!

Depois, junto a essa mistura uma lata de leite condensado (sim, é beeem gordinho e vai leite condensado na massa, socorrrr) e uma lata de leite integral.

Tchanan, massa pronta! Agora é só levar pro forno médio pré-aquecido numa forma preferencialmente de fundo removível.

Djica: eu não tenho prática (nem utensílios) para abrir bolo ao meio para rechear, então asso metade da massa numa forma, metade em outra (as duas com o mesmo formato e tamanho, craro!) e só preciso colocar uma em cima da outra na montagem. Profissionalzona, não? Não, mas ok.

Pra montagem, além das duas partes de massa e do recheio (já frio!) de doce de leite, derreto em banho-maria ou micro-ondas duas barras de chocolate meio-amargo e cubro o bolo todinho, fazendo jus ao pão de mel que conhecemos, com aquela casquinha dura de chocolate.

Parece demorado, mas é fácil, mesmo. E ainda não encontrei quem não curtiu.

 

A receita é da Santo Bolo, divulgada pela Veja SP no ano passado.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s