Red velvet de caneca e saudável

É de caneca, é de menina, é bolinho cor de rosa. Quando você imaginou fazer uma versão saudável e fofa do red velvet? Receita especial da Dotôra Mishy pros leitores do Confundo, tem mais ❤ que isso?

red velvet mishy

“A foto engana master, pois esse red velvet não passa de banana, beterraba e queijo!

Amassei meia banana com 1 ovo e 2 colheres (sopa) de farinha de aveia. Pra ficar rosa, o segredo: pó de beterraba. Usei 1 colher (chá) e complementei com 1 pitada de bicarbonato de sódio. Para dar um tchans, 2 quadradinhos de chocolate amargo picadinhos. São 2 minutos e 20 segundos no micro-ondas e pronto. Pra cobertura, usei creme de ricota com stevia, mas funciona com cream cheese, é só tirar da geladeira para amolecer um pouco. Ah, e pode adicionar baunilha!

Tá feito, bolinho cor de rosa. E já pode falar que comeu beterraba hoje 🙂 “

 

Essa dotôra não é incrível? Muitos ❤ pra vc, Mishy!!!

PS.: Essa farinha de beterraba pode ser encontrada nesses locais naturebas maravilhosos, em que compramos todas as farinhas e cereais e castanhas e chás que amamos, tipo mercados municipais com aquele a granel baratinho, mundo verde etc. Ok?

 

 

Anúncios

Gente, que purê!

Alor! Vou tentar não me alongar no post, pq cada minuto perdido aqui é um minuto a menos comendo esse purê maravilhoso. E fácil, mas fácil facinho facílimo.

Só não é rápido. Mas esse tempo que ele demanda não é seu, é do forno. Isso mesmo, for-no! ❤ Acho ótimo pra quando a gente já vai usar o forno pra alguma outra coisa (economiza gás, don’dicasa) ou quando a gente tem outros afazeres enquanto quer deixar o jantar se fazendo pela gente (tipo, meia horinha de esteira ou um reality de cozinheiros na TV).

Seguinte: pega três beterrabas com casca e tudo, lava bem e embrulha no papel alumínio, com um pouquinho de ervas aromáticas da sua preferência (usei tomilho e, ó, delhas!). Coloca numa forma antiaderente e leva ao forno pré-aquecido, de médio pra alto, por muuuito tempo. Tipo, 40 minutos a 1 hora. Parece bizarro, mas ela vai ficar mega macia, sem perder nenhum nutriente, nem água, nem nada.

E já que eu falei em aproveitar o forno (que pode estar sendo usado – alô gerúndio – pra assar uma carninha, por exemplo), aproveita a forma das betê (a íntima!) pra fazer O TOQUE de sabor (ou de amor?) desse purê. Uma cabeça de alho, bem lavadinha, com casca e tudo, embrulhada também no papel alumínio.

Negócio é o seguinte. Lá pelas umazora depois, dependendo do seu forno (e você vai saber apertando a betê até ela estar SUPER macia), vc vai desligar o forno, desembrulhar com cuidado, raspar as cascas da beterraba (um garfo segurando-a, uma faca raspando, sai facinho) e picá-la ou amassá-la (depende do ponto que ficou). Vai também esmagar os dentes de alho pra ficar a casca e sair aquele creme dos deuses sabor alho, quase adocicado e saborosérrimo.

Joga as betê macia no liquidificador com o alho assado, acrescenta manteiga, sal, noz moscada, pimenta e o que mais vc quiser de temperinhos e, ó, se liga na visão do purê de amor MEGA saudável e fácil:

 

pure

Sou dessas que acha que comida com cor bonita ganha dois coraçõezinhos ❤ ❤